HORÁRIOS:

Importante: Algumas turmas podem ter lista de espera em função da procura pelas aulas.

2ª Feira | 19h as 20h | 05 a 06 anos

2ª Feira e 4ª Feira | 09h as 10h | 07 a 11 anos

2ª Feira e 4ª Feira | 15h as 16h | 10 a 12 anos

2ª Feira e 4ª Feira | 16h as 17h | 12 a 14 anos

2ª Feira e 4ª Feira | 18h as 19h | 06 a 08 anos

3ª Feira e 5ª Feira | 19h as 20h | Treinamento

3ª Feira e 5ª Feira | 18h as 19h | 08 a 10 anos

4ª Feira | 19h as 20h | 05 a 06 anos


Inscrições:

  • PESSOALMENTE no DEPARTAMENTO de ESPORTES (portaria)

 

  • A queima calórica é proporcional à motivação do jogador. Se ele participar ativamente do jogo, ela será alta. Caso ele não participe muito das jogadas e não entre na 'atmosfera' do jogo, a queima será bem pequena.
    Observação: A queima das gordurinhas depende do sexo, idade, metabolismo e condicionamento físico da pessoa, além das condições climáticas, do piso e tamanho do campo.

    Quem deve praticar:

    • Pessoas que tenham passado por uma avaliação médica e que façam acompanhamento de um programa de condicionamento físico apropriado.
    • O futebol tem uma deficiência em relação aos membros inferiores. A musculatura dos braços quase não é trabalhada.
      Por isso, deve-se haver exercícios complementares para os braços, tanto para um bom resultado estético, quanto para o equilíbrio da massa corporal.

    Vantagens:

    • Fortalecimento da musculatura das pernas e do tronco.
    • Aumento da massa muscular das pernas e aumento do tecido ósseo dos membros inferiores.
    • Como o futebol é um esporte que envolve competição, o nível de adrenalina aumenta em alguns momentos do jogo. Dessa maneira, aumentam também os batimentos cardíacos e a capacidade física.

    Riscos:

    • Quem joga futebol está propenso a ter lesões nas articulações dos membros inferiores, principalmente do tornozelo e do joelho.
    • Lesões também podem ocorrer na musculatura da coxa e da panturrilha.
    • Caso a pessoa não tenha um condicionamento físico de base - treinamento da musculatura esquelética e exercícios aeróbicos - a proteção às articulações fica reduzida, assim como o condicionamento físico.
    • Os "jogadores de fim-de-semana" podem passar por sérios problemas na coluna, já que não fortalecem a musculatura do abdômen durante a semana.

    Período mínimo para fazer efeito:

    • Condicionamento físico 3 vezes por semana e treino de futebol 2 vezes por semana, em dias alternados.
    • A freqüência cardíaca, no caso do futebol, é variada, pois o esporte é acíclico. Neste caso, é difícil manter uma freqüência equilibrada.
    • Quanto mais jovem for o jogador, maior a sua atuação em campo e maior a sua pulsação.
    • A habilidade vem muito das experiências quando criança. Portanto, a habilidade será melhor administrada quanto mais o jogador treinar. Dessa maneira, ele saberá o momento certo para aplicar a experiência adqüirida.

    Gasto calórico médio:

comunicados importantes