HORÁRIOS:

Importante: Algumas turmas podem ter lista de espera em função da procura pelas aulas.

| as |

2ª Feira | 19:15h as 20h | A partir de 15 anos


 

Inscrições:

  • PESSOALMENTE no DEPARTAMENTO de ESPORTES (portaria)

 

1. Quais os cuidados que devem ser tomados para pessoas que usem prótese de silicone!

Embora não existam amostras científicas específicas a respeito, as indicações são baseadas no conforto e proteção máxima dos praticantes. Assim como para as mulheres em geral é indicado o uso de tops de lycra ou material similar reforçado e para os homens sungas ou shorts com suporte extra; é prudente que portadores de próteses de silicone tenham os mesmos cuidados. É impreterível também que se peça orientação individualizada do médico a fim de receber conselhos e outras providências necessárias e até mesmo a liberação para a prática do Jump.

2. Jump acaba com a celulite?

Por se tratar de uma atividade de alta contração dos membros inferiores, ocorre uma forte
estimulação da drenagem linfática, auxiliando no combate à celulite. Mas isto é um auxílio, alimentação e prática regular de atividade física são imprescindíveis.

3. Quantas calorias é possível gastar durante uma aula de Jump?

Depende muito da força e técnica empregadas ao empurrar a superfície elástica, mas estima-se entre 400 a 700 calorias. Indivíduos muito treinados são capazes de alcançar valores próximos de 900cal. (durante 60 minutos de aula).

4. Jump emagrece?

Pelo alto gasto calórico e por se tratar de uma atividade predominantemente aeróbica, uma grande quantidade de gordura é utilizada como fonte de combustível, o que significa que é uma atividade bastante efetiva no processo de emagrecimento.

5. É possível ou conveniente fazer aulas de Jump descalço?

É necessária a utilização de tênis, pois ele garante uma melhor aterrissagem dos pés sobre a superfície elástica, garantindo também uma melhor segurança aos participantes.

6. Por que não se deve descer do mini-trampolim durante a aula?

Na fase área dos movimentos, existe uma descompressão dos estabilizadores e as articulações envolvidas dos membros inferiores (tornozelo e joelho) também se encontram mais relaxadas, o que pode gerar um certo desconforto ao descer nos mesmos antes de realizar movimentos de soltura corporal e relaxamento. Os Professores Certificados estão aptos a darem estas instruções de segurança a seus alunos.

7. Quais os benefícios para o aluno fazer Jump?

Melhora da condição cárdio vascular, melhora das habilidades motoras, aumento da concentração, aumento do equilíbrio corporal devido ser uma modalidade também com objetivo proprioceptivo, etc.

8. Como conciliar o trabalho da musculação com as aulas de Jump?

Basta intercalar os grupos musculares exigidos. Por exemplo, quando fizer uma aula de Jump não realizar movimentos que exijam muita força de membros inferiores, de preferência intercalar o trabalho em dias alternados.

9. Como posso observar minha evolução nas aulas de Jump?

A paixão e a satisfação em voltar para a academia com a necessidade de praticar e treinar Jump, já são sinais vitais desta evolução. Ainda, conseguir chegar ao final da aula com um gostinho de quero mais, fortalece esta habilidade.
O Jump tem a grande característica de ser simples, por isso as nossas aulas têm um grande número de praticantes.
No JUMP você também observa que evolui das primeiras aulas quando o praticante consegue se manter em cima do mini-trampolim executando os movimentos sem perder o equilíbrio (aumentar a propriocepção), ou seja, uma maior centralização pisando adequadamente na superfície elástica, ou quando consegue ao realizar todos os movimentos de ataque com os dois pés uma efetiva ação dos flexores do quadril e dos joelhos. A satisfação do aluno em completar toda a aula é um resultado importantíssimo.

10. Qual o tipo de calçado recomendado para a prática do Jump?

Precisamos entender qual o objetivo da aula Jump: Você deve executar os movimentos em cima do mini-trampolim com o "pé chapado", ou seja, o seu pé deve pisar na superfície elástica em inteiro para que a estabilidade do seu corpo seja grande, pois todo o peso do seu corpo está sobre seu pé e toda força deve ser feita com o calcanhar. Consequentemente o solado do tênis não pode ser com diferenças como encontramos em alguns tênis que tem a parte do calcanhar mais alta. Ainda, com o solado do calcanhar alto o seu corpo é projetado para frente passando a sensação de estar caindo ou sendo empurrando para frente, isso pode inclusive fazer com que perca o equilíbrio e caia.
Procure então os solados baixos e iguais em toda sua plataforma.

comunicados importantes